RH e Remuneração: funcionários que exercem a mesma função devem receber remunerações diferentes?

Debatida exaustivamente, essa indagação continua sem resposta para muitos gestores

Marli Márcia

Umas das questões mais difíceis do RH é a determinação de salários e remuneração. Controlar custos, melhorar produtividade e estimular o desempenho pessoal são alguns dos objetivos que nortearão a estrutura do sistema de pagamento.

O cumprimento desses objetivos dependerá da política utilizada por cada gestor de RH: há aqueles que utilizam a competitividade externa (comparação entre a remuneração considerada em outras empresas), outros o alinhamento interno ( comparação entre funções ou habilidade dentro da própria organização), há ainda quem prefere a contribuição dos empregados( avalia o desempenho ou antiguidade).

Uma decisão a ser tomada é referente a remuneração de empregados que executam a mesma função, tem as mesmas habilidades: seria estratégico pagar igual ou diferenciado? Pagar por desempenho ou tempo de casa?

Uma visão mais tradicional da remuneração favorece o salário baseado na contribuição do cargo para os objetivos gerais da empresa independente de quem o executa, inexistindo, portanto, o reconhecimento do funcionário ocupante do cargo. Essa visão tem como característica a generalização dos indivíduos, na qual as suas diferenças e/ou desempenho individuais não são levadas em consideração, com predominância de salários com valores fixos e estagnados.

Adotar a remuneração individual dos empregados, baseada no seu desempenho é de extrema importância para a Gestão de pessoas, pois quem faz diferença para organização deve ser reconhecido e valorizado. Há quem defenda a equidade de salários com a justificativa de que estariam sendo justos, no entanto, sabe-se que por mais que executem a mesma função, há o funcionário  que faz muito e o que nada faz, desestimulando aquele a continuar na busca constante por resultados satisfatórios.

Assim, funcionários que obtém maior desempenho nas funções a eles atribuídas devem receber remunerações diferenciadas, para que eles percebam que seus esforços valem a pena e resultam em recompensas, sendo instigados a oferecerem o seu melhor, atingindo com isso os objetivos pessoais e organizacionais, servindo de exemplo para os demais.

Fonte: Administradores.com.br
Link: http://www.administradores.com.br/artigos/economia-e-financas/rh-e-remuneracao-funcionarios-que-exercem-a-mesma-funcao-devem-receber-remuneracoes-diferentes/76481/